The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Os Verdes opõem-se aos sacos de plástico na batalha das limas

Os Verdes opõem-se aos sacos de plástico na batalha das limas

Aproxima-se a quadra carnavalesca e com ela os vários bailes, festividades e atividades típicas que têm expressões diferentes de região para região, com maior ou menor tradição.  Em São Miguel, todos os anos a Terça feira de Carnaval é assinalada com uma tradição, com cinco séculos de história, que começou com o arremesso de flores e frutos anunciando a primavera.

 Atualmente, essa tradição transformou-se numa verdadeira batalha campal, com o arremesso de milhares de sacos de plástico, cheios de água, em substituição das antigas limas (bolas de parafina cheias com água, que estão proibidas por questões de segurança), deixando a Avenida Marginal de Ponta Delgada coberta com um manto de sacos de plásticos.

 Dada a sua proximidade, inevitavelmente muitos dos sacos acabam no mar.

 O plástico leva cerca de 400 anos a degradar-se e cada vez mais os nossos mares estão poluídos com plástico que contaminando os ecossistemas e o peixe que consumimos.

 Os Açores são um destino turístico de referência no mundo inteiro, como turismo de natureza, com áreas protegidas de grande valor patrimonial e único no nosso planeta, e que agora se prepara para triplicar as zonas marinhas protegidas.

 Os Verdes expressam o seu descontentamento pela forma como é permitida levar à prática a batalha das Limas, em São Miguel.

 Os Verdes não se opõem à tradição, mas consideram que este festejo popular só deva ser permitido com materiais biodegradáveis ou reutilizáveis, salvaguardando os valores naturais da região e o respeito por todos.

Sistema de comentários desenvolvido por CComment